Estado da Flórida entra na segunda fase de reabertura nesta sexta-feira

O governador da Flórida, Ron DeSantis, disse hoje em entrevista coletiva no CityWalk do parque Universal Orlando que a Flórida passará para a segunda fase de reabertura.


Segunda fase da reabertura da economia na Flórida
Governador da Flórida fala em entrevista coletiva no complexo Universal Orlando sobre abertura da segunda fase da economia na Flórida

A primeira fase, que envolveu a abertura de restaurantes e lojas com capacidade limitada, começou em 4 de maio.


O início de junho marcou cerca de um mês desde que o governador colocou a maior parte do estado na “fase uma completa” de seu plano de reabertura em meio à pandemia do COVID-19.


"Foi há mais de um mês, cerca de cinco semanas atrás, que anunciei o plano passo a passo seguro e inteligente para a recuperação da Flórida", disse DeSantis. "E desde o início de março, nosso plano tem sido realmente cinco pontos principais, protegendo o vulnerável aumento de testes, promovendo o distanciamento social, sobre o qual você não ouve mais tanto na semana passada".


Reabertura da segunda fase da economia da Flórida
Segunda fase da economia da Flórida

Agora, na segunda fase de reabertura da economia na Flórida, os estabelecimentos de varejo (shoppings e lojas) podem operar em plena capacidade, os cinemas e as pistas de boliche podem abrir a 50% da capacidade.


Segunda fase da economia na Flórida começa nesta sexta-feira
Fase 2 da reabertura da economia na Flórida

Os bares e pubs poderão operar com 50% da capacidade interna e total da capacidade externa para serviço de refeições.


Reabertura da economia da Flórida
Fase 2 da reabertura da economia da Flórida

“Os cinemas e as pistas de boliche têm 50% de capacidade, com protocolos adequados de distanciamento social e saneamento. Aqueles que não estavam operando até esse ponto, você sabe que agora têm um caminho para fazer isso ”, disse DeSantis.

Ele explicou que restaurantes, lojas e academias, atualmente operando a 50%, podem atingir a capacidade máxima desde que tenham espaço para praticar o distanciamento social.


Os restaurantes podem servir em bares com cadeiras a pelo menos 1 metro de distância, mas os bares só poderão servir nas mesas, disse ele.


O governador alertou, no entanto, que o coronavírus ainda é uma ameaça.


"O vírus não se foi", disse ele em entrevista coletiva no CityWalk do Universal Orlando.